Novo ministro do Trabalho foi autuado 24 vezes por infrações trabalhistas

TER / 24 JUL

O novo ministro do Trabalho, Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello, foi autuado 24 vezes pelo Ministério do Trabalho por infrações trabalhistas. As autuações ocorreram entre os anos de 2005 e 2013, em sua fazenda no Sul de Minas Gerais, na cidade de Conceição do Rio Verde. Uma das autuações, datada de 2009, refere-se a dois trabalhadores rurais que não tinham registro em carteira de trabalho e que, portanto, estavam privados dos benefícios legais da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

“As fiscalizações geraram multas de R$ 46 mil. À época, Vieira de Mello era desembargador e vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, em Belo Horizonte. Os auditores do Ministério do Trabalho fizeram sete fiscalizações entre 2005 e 2013 na Fazenda Campestre, onde o ministro mantinha uma plantação de café. Além dos dois funcionários que estavam há três anos trabalhando sem registro em carteira, a fiscalização encontrou falhas de segurança e de higiene na fazenda.

De acordo com os autos de infração obtidos pela Repórter Brasil, era permitido o livre acesso dos trabalhadores ao depósito com agrotóxicos, que ficava perto do refeitório dos funcionários. “É grande a chance de contaminação, pois nem todo trabalhador é treinado para manusear o agrotóxico”, afirma o assessor jurídico da (Contar) Confederação Nacional dos Trabalhadores Assalariados Rurais, Carlos Eduardo Chaves Silva.”

Fonte: Brasil247

© 2013 Fundação Iguaçu. Todos os direitos reservados.

Rua Fortunato Bebber, 1822 - São Cristóvão, Cascavel - Paraná

(45) 3227 3350